Qual a relação da Trombose com Câncer?

Qual a relação da Trombose com Câncer?

Falar de doença é sempre complicado, mas quanto mais a gente aprende sabe sobre elas, maiores são as chances de evitá-las ou pelo menos de lidar melhor com a situação. Hoje vamos falar de uma relação que merece uma atenção especial.

O Câncer é uma das doenças que mais mata no mundo. Sua presença no organismo pode desenvolver uma série de outras doenças e complicações. É o que chamamos de Síndrome Paraneoplásica, que pode se manifestar anteriormente ou concomitantemente a presença do tumor (neoplasia). No caso do sistema vascular, uma das complicações mais frequentes é a trombose.

Estudos recentes afirmam que aproximadamente 15% dos pacientes com neoplasia apresentam eventos tromboembólicos. Conforme dissemos anteriormente, esses eventos podem surgir antes da formação do tumor ou ser um primeiro sinal da sua presença. Assim, quando uma trombose é detectada, principalmente se não houver um motivo aparente, é importante descartar a possibilidade de câncer.

Para lembrar: O que é trombose?

A trombose ocorre quando há formação de um coágulo sanguíneo em uma ou mais veias grandes das pernas e das coxas. Esse coágulo bloqueia o fluxo de sangue e causa inchaço e dor na região. O problema maior é quando um coágulo se desprende e se movimenta na corrente sanguínea, em um processo chamado de embolia.

Se você pertence ao grupo de risco de doenças vasculares, faça exame de rastreio periódico e evite os maus hábitos (má alimentação, tabagismo e sedentarismo).
Não fique com dúvidas, consulte seu médico. Cuide-se!

No Comments

Post A Comment