Aneurisma da Aorta Abdominal: silenciosamente perigoso

Aneurisma da Aorta Abdominal: silenciosamente perigoso

Aneurisma não é um termo estranho para a maioria das pessoas quando o assunto é doença potencialmente letal, mas em termos populares, a doença costuma ser associada ao cérebro, o que pode gerar descuido com o resto do organismo.

Um aneurisma acontece quando a veia se dilata, tornando suas paredes mais finas e suscetíveis ao rompimento. Não há como prever em que parte do corpo a aorta poderá sofrer a dilatação, nem sua extensão que poderá ser de milímetros até centímetros de diâmetro, e o rompimento da veia depende muito da sua resistência ao fluxo sanguíneo, o que está intimamente ligado ao estilo de vida do paciente.

Sintomas

O AAA (Aneurisma da Aorta Abdominal) é considerado uma doença silenciosa exatamente pela ausência de sintomas expressivos. Além disso, a própria dilatação da veia ocorre de forma lenta, sem provocar grandes alterações no funcionamento do organismo.

Para a maioria dos pacientes, os sintomas só se tornam evidentes quando a veia rompe, causando repentinas e fortes dores abdominais ou nas costas, náusea, vômito, queda de pressão e mudança da frequência cardíaca.

O grande sinal de alerta para essa doença é que quando esses sintomas surgem, pode ser tarde demais para conter uma provável hemorragia, causando o óbito na maioria dos casos.

Em alguns casos, de forma rara, o paciente pode até sentir uma dor pulsante perto do umbigo ou dores na barriga ou costas; estes podem ser sinais de uma veia em vias de ruptura.

Alertas

A saúde vascular é de extrema importância para a saúde geral do corpo, é preciso estar sempre atento e contar com ajuda médica especializada. No próximo artigo falaremos de grupos de risco e tratamento. Aguarde!

 


Veja outros artigos sobre Aneurisma de Aorta Abdominal

 

No Comments

Post A Comment